Um doutor que o não quer ser

Com alguma galhofa

 

      «A única coisa que pediu foi para não o tratarem por “doutor”. Depois, marcou o tom» («Com alguma “galhofa”, Luís Horta e Costa explicou aos deputados como fugiu ao fisco», Cristina Ferreira e Paulo Pena, Público, 16.01.2015, p. 8).

      Podemos, sem receio de pesos na consciência, não acreditar numa só palavra de quanto dizem, mas têm os seus méritos.

 

[Texto 5455]

Helder Guégués às 10:10 | comentar | favorito
Etiquetas: