Um livro, uma vergonha

Nabos há muitos

 

      Ontem veio parar-me às mãos O Príncipe Nabo, de Ilse Losa, das Edições Afrontamento. É, concretamente, a 16.ª edição (edição é como quem diz...), datada de Abril de 2017. É um livro recomendado para o 5.º ano de escolaridade, destinado a leitura orientada, e faz parte do Plano Nacional de Leitura. Muita recomendação — só não sei como a editora não se envergonha de ter aquilo à venda. Para começar, ora aplica o Acordo Ortográfico de 1990, ora não aplica. E o resto? Só na página 15: «à sucapa»; «princezinha»; «bem educada»; «hei-de». Isto nas mãos dos alunos, está-se mesmo a ver a confusão que vai causar. E os professores também ficam vacilantes e como que desautorizados. Os responsáveis do Plano Nacional de Leitura pelo menos lêem as obras que recomendam? A meu ver, não é apenas o princípe que é nabo aqui.

 

[Texto 9351]

Helder Guégués às 09:04 | favorito
Etiquetas: ,