Uma geringonça traduzida

Produto para exportação

 

      «O seu sucesso e durabilidade surpreendeu muitos em Portugal. Agora começou a chegar em força às páginas da imprensa internacional. Acima de tudo tentam compreender a “coisa” e discutem se é possível exportá-la para outros países, especialmente para aqueles em que a esquerda está afastada do poder ou em risco de o perder. E até já ganhou tradução para várias línguas. Krakende wagen, segundo os membros do Partido Trabalhista holandês que vieram a Portugal estudar o “fenómeno”; ou briquebalante, de acordo com o candidato presidencial francês, Benoît Hamon, que também esteve em Portugal e se desfez em elogios à coligação das esquerdas; ou ainda contraption, palavra encontrada pelo site Politico, que na sexta-feira dedicou um longo artigo à dita geringonça» («A geringonça está na moda», Luciano Alvarez, Público, 27.02.2017, p. 6).

      E será alguma delas boa tradução? A francesa até está mal escrita, pois é brinquebalante ou bringuebalante.

 

[Texto 7513]

Helder Guégués às 09:55 | comentar | favorito
Etiquetas: ,