Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Linguagista

Uma paelha para a Quinta do Bom Pastor

Mera ignorância

 

      «Julen e os pais encontravam-se a passear num monte de Totalán (Málaga), onde tinham encontrar-se [sic] com outros membros da família para uma “paella”» («Túnel pronto em Málaga. Começa a fase final do resgate de Julen», Rádio Renascença, 22.01.2019, 7h33).

      Ando a ver isto há vários dias, o que é irritante. Então os nossos jornalistas não sabem que para nós é «paelha»? Ia ser bonito começarmos agora a escrever na grafia castelhana todos os muitos e muitos termos que recebemos dos nossos vizinhos. Melhor ainda, tentem dizer em português tudo o que esses vocábulos expressam, numa espécie de retaliação: enquanto não nos devolverem Olivença, não queremos nada vosso.

 

[Texto 10 630]

Comentar:

Comentar via SAPO Blogs

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.